Suzana Herculano-Houzel

Agir como outro requer auto-supressão

Escrevi aqui recentemente que, em um estado criativo, o cérebro deixa de se autopolitizar e se deixa levar pela própria bagagem acumulada ao longo da vida, formando e descobrindo livremente novas associações entre os elementos, incluindo memórias e emoções, em seu repertório. Os produtos de nossa criatividade são, portanto, altamente pessoais - isso é garantido [...]

en_USEnglish